Primeiros passos na Low-Carb/Paleo

Dando seguimento ao assunto mais comentado das minhas redes sociais nos últimos dias, vim hoje compartilhar os meus primeiros pratos na Low-Carb/Paleo. 

Desde que comecei a conhecer este universo, segunda-feira última, dia 16, fui tomara de um entusiasmo tremendo por saber mais e mais sobre toda história e os porquês de tudo na dieta. Graças a Deus tem muita gente boa espalhando essa boa nova, pessoas com conhecimento científico e também experiências reais, isso me ajudou a muito rápido tomar a decisão de começar e logo depois de 2 dias decidi iniciar. 

Primeiro almoço Low-Carb

Como decidi rápido, estava um pouco despreparada em casa, mas usei o que tinha e que se adequava bem as regrinhas que estava introduzindo na minha vida. Linguiça com couve flor cozida, tomate, azeite de oliva, sal e pimenta. Simples e gostoso! 

Amêndoas laminadas quando a fome bateu 

Panqueca de couve flor com atum

Ainda com couve flor coisa na geladeira resolvi inventar algo para o lanche da tarde. Bati no mixer ela com ovo e mussarela, fiz na frigideira uma panqueca, não ficou muito firme mas recheei com atum temperadinho e mandei ver com café. 

Ovo, queijo suíço e avocado

Refogado de cogumelo e espinafre com carne moída

Querendo montar uma reforçar mais completa para um almoço depois de 4 horas de trabalho duro, preparei um refogadinho maravilhoso. Usei um azeite de abacate que estou experimentando, ele é ótimo para suportar altas temperaturas. A carne moída é de Peru porque amo esse sabor que ela tem, para aumentar a gordura do rosto coloquei uns pedacinhos de queijo apimentado. 

Salada deliciosa!

Levei está salada para o trabalho para comer de lanche antes do almoço e tipo… Me apaixonei! Usei alface, espinafre, avocado, amêndoas, tomate cereja, azeite oliva, sal e cebola roxa. Usei sal do Himalaia pela primeira vez, achei o sabor incrível!

Omelete super power

Esse omelete foi uma bomba de energia e saciedade, depois dele pensei que precisaria de um lanche antes do almoço, mas não foi preciso! Fiquei pela primeira vez mais de 5 horas sem ter nada de fome, achei incrível! Antes eu só achava que isso era possível comendo crepioca, tapioca, pão coringa, algo com sustância 😛 achava omelete pouco para mim. Mas este super power foi muito nutritivo: 1 ovo, cogumelos, espinafre, bacon, salsinha e queijo cheddar. Café com half and half. 

Macarrão de abobrinha e frango assado

Macarrão de abobrinha com carne moída de peru 

Café bomba é a nova sensação! Neste dias de vida nov eu tomei todos meus cafés sem açúcar ou adoçante, pela primária vez. Não gostei, mas estou tentando me adaptar. Mas para deixar esse café mais interessante aprendi a fazer o café bomba acrescentando uma colher de óleo de coco e batendo bem no mixer. Realmente ficou interessantíssimo e dá um gás diferente no nosso café deixando mais nutritivo e estimulante! 

Avocado com sal e limão 

Refogado de carne moída de boi, cogumelo, queijo, espinafre, e salada verde! 

Estrelando no meu quarto dia de nova alimentação o “abaca bacon” 

Delicia de receita, vou tentar explicar aqui:

Coloquei na frigideira um “punhado” de bacon para fritar ao ponto que gosto. Enquanto isso cortei o avocado ao meio, fiz alguns furinhos com garfo e coloquei um pouco de limão nele todo (alem da combinação perfeita de abacate e limão, também ajuda não escurecer) coloquei o bacon frito em cima do abacate. A gordura que ficou na frigideira do bacon refoguei alho picadinho com um pouco de queijo (qualquer um), refoga rapidamente e coloca tudo isso em cima do abacate com bacon. Gente! Gente! Gente! Que deliciaaaaaaaaaaa!!! Tomei um chá de hibisco gelado para acompanhar tipo um suco. Ahhh que demais! 

Salada de ovo cozido e avocado 

Eu participo de muitos eventos com muita comida envolvida, sempre! Dizem que crente não bebe, mas comeeeee né? Pois é. 

Contando uma experiência: 

Fui em um evento de casais que sempre é servido um coquetel maravilhoso no final. Sabendo disso, quando sai de casa não estava com muita fome, mas preparei uma saladinha com 2 ovos cozidos, meio abacate, azeite de oliva, limão e sal, para seguir segura que estava devidamente abastecida caso não tivesse alimentos que estou pretendendo comer neste tempo inicial da dieta e fiquei tranquila durante todo evento, me diverti, recebi tudo de bom que ministrado lá sem lembrar de comida e na hora do coquetel optei por tirar o pão dos sanduichinhos de presunto, queijo parmesão e salada, tomei um cafezinho com os frios tranquilamente, sem correr riscos, nem me sentir um E.T. não interagindo normalmente como todos no evento. 

Conclusão: felicidade, saciedade, alívio, vida nova!
O que vocês acharam das refeições??

***

Vivendo lowCarb!


Anúncios

Descobri o Universo Low-Carb Paleo 

E estou me apaixonando a cada dia!

Exatamente isso! Estou a 4 dias mergulhada no mundo imenso de informações sobre a dieta que reativou em minha a esperança de realizar o meu sonho de emagrecer sem sofrimento, de forma saudável e eficaz.
A mais de 2 meses me aproximei de pessoas com mesmo objetivo que o meu e com isso vieram muitas conversas, tentativa, sempre uma estimulando a lutar pelo emagrecimento. Eu estou falando do #ProjetoXôPreguiça, um dos últimos posts aqui do blog, estávamos todas do projeto fazendo reeducação alimentar, até que começamos a dar as pequenas jacadas esporádicas e atrapalharam os bons resultados do projeto e estávamos um pouco cabisbaixas e desanimadas.

Um certo dia, a Sabrina Dalboni, uma das integrantes do grupo, compartilhou sobre a dieta Low-Carb e disse que estava disposta a tentar, mandou alguns links para todas do grupo é apenas Marcelle Ferraz embarcou nesta com Sabrina.

Eu achei interessante do primeiro momento, mas preferi dar uma pesquisada antes, já que não sabia muita coisa sobre universo. Foi então que comecei ler inúmeros posts e artigos e assistir muitos vídeos de pessoas renomadas neste conhecimento. Fiquei 2 dias revirando na internet tudo que encontrei sobre Low-Carb, conheci muitas pessoas que venceram através desta dieta e tornaram isso um estilo de vida e todas estas pesquisas me convenceram da preciosidade que estava sendo apresentada a mim, um abrir de olhos, uma luz no final do túnel e chama de alegria imensa.

Este foi meu primeiro café da manhã Low- Carb

Eu escrevo este post no quarto dia da dieta. Eu não sei como será daqui alguns dias e meses, mas o que falo de agora é sobre meu entusiasmo de estar vivendo uma vida low-carb. Meu desejo hoje é fazer disso meu estilo de vida e espalhar esse ensino e essa mensagem maravilhosa para uma vida saudável que a Low-Carb  passa, através de toda história e tudo que aconteceu ao longo da evolução da nutrição no mundo.

Resumidamente a Dieta Low-Carb, ou prefiro dizer, a Vida Low-Carb, nos ensina olhar para nossos antepassados, desprovidos e tecnologias e invencoes nutricionais e ver como eles eram saudáveis se alimentando de alimentos extremamente saudáveis oferecidos pela natureza, como não tinham a preocupação de ter hora para comer (de 3 em 3 horas), eles obedeciam e atendiam os sinais do próprio corpo, eles se alimentavam dos vegetais, proteínas e gorduras naturais que conseguiam na natureza e eram fortes e saudáveis.

Refeição Low-Carb usando proteina, vegetais e gordura natural

Com o passar dos anos, muita coisa mudou na forma de se alimentar da humanidade e olhando nossos dias de hoje, estamos cada vez presos a uma alimentação que nos vicia, nos engorda, não nos sacia e nos deixa doentes.

A ideia da dieta Low-Carb é extinguir o trigo e o açúcar do nosso estilo de vida saudável, dois alimentos que tem sido, cientificamente comprovado, causadores da maior partes dos males realacionados a não saúde dos povos dos dias de hoje. Ao invés destes venenos, trazer novamente para nossos pratos muitas verduras e legumes, carnes de todos os tipos e gorduras naturais extraidas de fontes naturais. Não trazer a preocupação de ter hora para comer, mas aprender ouvir nosso próprio corpo, de forma a comer somente quando estiver com fome e comer comida de verdade.

Meus lanches da tarde nunca foram tão saudáveis e apetitosos antes.

Estas tem sido minhas escolhas e minhas alegrias dos últimos dias. A certeza de estar me alimentando saudável, sem sofrimento, pelo contrário, desfrutando de sabores deliciosos ao longo destes dias.

Montei uma espécie de lembrete para colocar na porta da minha geladeira sobre os alimentos da dieta e vou compartilhar aqui caso alguém se interesse em ter também.


Eu espero que vocês tenham gostado deste post sobre a Dieta Low-Carb e se gostaram me contem, pois como o universo é tão maravilhoso, eu estou amando aprender várias coisas e será um prazer compartilhar!

Super beijo,

Jana Camargo